Saiba a importância de uma alimentação saudável

Comer bem não significa cortar doces e carboidratos do seu cardápio. Há lugar para todos os alimentos, contato que estejam dentro da porção indicada pelo seu nutricionista. Porém, nem sempre é fácil comer de forma equilibrada. Para ajudar nessa tarefa, saiba a importância de uma alimentação saudável.

Ao entender como os alimentos podem ajudar o organismo, fica mais fácil fazer escolhas conscientes. Confira os benefícios de ingerir pratos balanceados.

Qual a importância de uma alimentação saudável?

Os alimentos sempre foram usados para curar e prevenir doenças. Por isso, uma alimentação diversificada é fonte de saúde e vitalidade. Além dos benefícios para o corpo, um cardápio balanceado ainda ajuda a regular o humor, acabar com a indisposição e melhorar a capacidade de foco. Veja os benefícios de uma boa dieta:

1. A alimentação saudável combate a indisposição

Quem se alimenta mal não consegue ter energia em sua rotina. Comer bem traz mais ânimo e concentração para a mente. Alimentos ricos em carboidratos, como ameixa, mamão e torradas integrais, entregam uma carga de energia rápida para o corpo, porém com pouca duração. Logo, eles são mais indicados antes dos exercícios físicos.

2. Uma boa alimentação regula o peso

Ingerir alimentos de forma equilibrada ajuda na manutenção do peso. Porém, fazer uma reeducação alimentar não é o mesmo que cortar todas as comidas saborosas do seu prato. Pelo contrário, há espaço para todos os alimentos, desde que sejam consumidos na quantidade indicada para sua dieta diária.

3. A alimentação adequada melhora o humor

Alimentos ricos em triptofano ajudam a regular o humor. Alguns exemplos são o chocolate e a banana. Esse aminoácido importante pode ser obtido com o consumo de suplementos naturais também. O triptofano atua estimulando a produção de serotonina, que é o hormônio do prazer.

4. Comer bem combate o estresse

Uma boa forma para combater o estresse é colocar mais espinafre em seu prato. Essa verdura é indicada porque possui ácido fólico e vitamina B. Por isso, ajuda a acabar com o nervosismo e irritação. Sendo assim, uma simples mudança no cardápio já mostra a importância de uma alimentação saudável para o bem-estar.

5. Uma alimentação saudável fortalece os ossos

Os ossos são beneficiados com o consumo de alimentos ricos em cálcio e ferro. É possível conseguir esses minerais em alimentos como: sardinha, vegetais verde-escuros, salmão e oleaginosas. O leite, sem excesso, também pode ser consumido.

6. Comidas saudáveis previnem doenças

Diversos alimentos atuam fortalecendo órgãos e sistemas do organismo. A cebola e a cenoura atuam retardando o envelhecimento precoce, por serem fonte de antioxidantes. Já espinafre e brócolis agem fortalecendo a capacidade imunológica do corpo.

 

7. Uma boa alimentação regula o organismo

Ao ingerir alimentos orgânicos, preferindo frutas, verduras e legumes, é possível conseguir mais valor nutricional. Isso ajuda a acelerar o metabolismo e a manter o corpo funcionando de forma correta. Logo, comer bem é uma maneira para evitar insônia, indigestão e problemas cardiovasculares, por exemplo.

Agora que você já sabe a importância de uma alimentação saudável, sempre se lembre de balancear o seu cardápio. Distribua proteínas, carboidratos e lácteos de forma equilibrada. Assim, você poderá viver muito melhor e com mais saúde.

Gostou do artigo? Não deixe de compartilhar com os amigos nas redes sociais para que eles saibam a importância de comer da maneira adequada.

Como prevenir doenças com a alimentação saudável

Ter uma dieta balanceada significa escolher opções a partir do valor nutricional. Não é preciso ter uma dieta restrita para ter saúde, mas ser equilibrada. Descubra como prevenir doenças com a alimentação saudável.

Combinar as verduras, fruta e carnes é uma maneira para manter o sistema imunológico regulado. Nada é proibido, a menos que você tenha restrições alimentares específicas. Além disso, evite sempre o excesso. Alimentos muito calóricos à noite podem causar problemas de insônia e má digestão.

Fora esses casos, diversifique seu cardápio e aproveite o poder dos alimentos para melhorar a saúde.

Como prevenir doenças com a alimentação saudável

O que você consome interfere diretamente em seu bem-estar. Por isso, alguns alimentos são ótimos para prevenir doenças e ajudar para que o corpo fique mais saudável.

Uma dieta incompleta e pobre não oferece os nutrientes que o organismo precisa, deixando o corpo mais predisposto a problemas de saúde. Então, veja quais doenças você pode evitar ao ingerir pratos mais diversificados.

Anemia

Para prevenir a anemia, tenha uma alimentação rica em ferro. A deficiência dessa substância aumenta os riscos de infecções. Além disso a pessoa começa a sentir indisposição e falta de concentração. Então, consuma mais:

  • Carne vermelha;
  • Leguminosas, como feijão, grão-de-bico, ervilha e lentilha;
  • Vegetais verde-escuros, como espinafre, couve e brócolis;
  • Cereais integrais, como quinoa e aveia;
  • Algas, como wakame e kombu;
  • Castanha de caju;
  • Tofu (queijo de soja);
  • Melaço da cana;
  • Sementes de gergelim e abóbora;
  • Coentro;
  • Uva passa;
  • damasco secos;
  • Açúcar mascavo.

Doenças Cardiovasculares

Para prevenir o surgimento de doenças cardiovasculares, o ideal é fugir de alimentos muito calóricos sem valor nutritivo. Alimentos ricos em gordura saturada e frituras devem ser evitados em seu cardápio. Além disso, siga essa receita:

  • 8 a 10 porções de frutas, legumes e verduras diariamente;
  • Ingerir, no máximo, 3 colheres rasas (café) de sal ao dia.

Osteoporose

A osteoporose está diretamente ligada a uma alimentação com muitas gorduras, açúcar refinado e pobre em cálcio. Sendo assim, para prevenir essa doença basta incluir os alimentos abaixo em sua rotina:

  • Brócolis;
  • Tofu;
  • Espinafre;
  • Feijão-branco;
  • Sardinha;
  • Soja;
  • Semente de gergelim;
  • Folhas escuras;
  • Grão de bico;
  • Linhaça.

 

Colesterol elevado

Uma alimentação baseada em frituras, embutidos, carnes vermelhas e gorduras é a principal vilã do colesterol. Esses alimentos podem ser consumidos, contanto que haja moderação. Logo, para evitar o colesterol elevado, prefira pratos pouco gordurosos, como:

    • Feijão, lentilhas grãos, e soja 2 vezes por semana;
    • Queijo branco;
    • Amêndoa, nozes e avelã, em torno de 5 unidades por dia;
  • Leite desnatado;
  • Frutas, de 2 a 3 por dia;
  • Iogurte light;
  • Peixes, ao menos 2 vezes por semana.

 

Agora que você sabe como prevenir doenças com a alimentação saudável, não deixe de acrescentar esses itens ao seu cardápio. Ainda que na correria da rotina seja difícil controlar o que se come, tente trazer aos poucos as comidas mais saudáveis para o seu prato. Você verá a diferença.

Além de uma alimentação pobre, a agitação diária gera outros problemas como estresse, ansiedade e depressão. Para fugir desses males, experimente os suplementos naturais. Eles não são prejudiciais para a saúde e ainda trazem mais bem-estar e disposição. Faça o teste.

5 melhores alimentos para a saúde

Quem deseja ter uma vida com mais equilíbrio, sempre busca saúde e bem-estar. Além de cuidar do corpo com exercícios físicos, o que se consome também faz muita diferença. Veja hoje os 5 melhores alimentos para a saúde.

Ao ingerir pratos com nutrientes essenciais, o organismo pode aproveitar todos os benefícios e funcionar corretamente. Com o corpo nutrido é fácil até mesmo regular o ciclo de sono. Acrescente esses itens à sua rotina e tenha uma alimentação muito mais balanceada.

5 melhores alimentos para a saúde

Para comer bem não é preciso buscar ingredientes complicados. Itens que já estão disponíveis no mercado fazem toda a diferença na alimentação. Veja 5 alimentos para acrescentar hoje mesmo à sua dieta e ter uma vida muito mais saudável.

 

1. Alho

Um dos temperos preferidos, o alho é rico em diversos nutrientes. Ela apresenta vitaminas do complexo B, C, A e E, além de minerais importantes como ferro, cromo e iodo. Ele beneficia o corpo com ações antivirais antimicrobianas, e anticoagulantes.

Outras vantagens que o alho traz para a saúde são os efeitos antifúngicos, expectorantes, diuréticos, imunoestimulantes, broncodilatadores, antiespasmódicos e vasodilatadores.

2. Ovo

 

Com alto teor de proteínas, ácido fólico, ferro, zinco, potássio e manganês, o ovo é um dos alimentos mais nutritivos que existe. Ele contém apenas 1,5 gramas de gordura saturada, sendo muito benéfico para a saúde.

O consumo de ovos só deve ser restringido quando optar pela fritura. Fora esse caso, é possível ingerir o alimento regularmente e sem danos para o organismo. Ele pode ser utilizado em lanches leves à noite, para evitar a insônia que vem da má digestão.

 

3. Maçã

Quem nunca levou uma maçã na bolsa para fazer um lanche? Esse é um hábito muito saudável.  A fruta é rica em fibras, o que ajuda a regular o intestino. Além disso, ela também apresenta antioxidantes que fortalecem o sistema imunológico.

A maçã ajuda a evitar doenças cardiovasculares, pois sua casca traz substâncias que auxiliam para que as gorduras não se solidifiquem nas artérias. Vale a pena acrescentar essa fruta no cardápio diário.

4. Limão

Essa fruta é muito versátil, podendo ser utilizada no preparo de sucos, sobremesas e até como tempero. Ele possui vitamina C, que é fundamental para a regulação do sistema imunológico.

Além disso, o limão alivia sintomas da indigestão e alcaliniza o sangue. Ele também é rico em ferro, cálcio, cobre, iodo e magnésio, que são essenciais para o corpo.

5. Couve

 

A couve é excelente para complementar as dietas por ser um dos melhores alimentos para a saúde, mas com poucas calorias. Ela traz vitamina A, vitaminas do complexo B, cálcio e ferro.

Outros benefícios desse vegetal são o alívio de problemas digestivos e a capacidade para desintoxicar o organismo, por ser fonte de fibras e glicosinolatos.

Agora que você já sabe os 5 melhores alimentos para a saúde, acrescente esses pratos no seu dia a dia. Com certeza, seu corpo ficará muito mais nutrido e fortalecido. Coloque esses itens hoje mesmo em sua lista de compras.

Gostou das dicas? Então, veja mais uma: utilize um suplemento 100% natural para melhorar sua saúde, regular o ciclo de sono e evitar depressão, ansiedade e estresse. Experimente e veja a mudança em seu organismo.

Quais são os exames de rotina femininos para cada idade?

Não importa a idade, é preciso estar em dia com os exames de rotina femininos. Essas avaliações permitem o diagnóstico precoce de diversas doenças, como o câncer de colo de útero e o de mama. Quando mais cedo essas enfermidades forem identificadas, mais efetivo é o tratamento.

Cuidar de si mesma nunca é um exagero. Por isso, visite seu ginecologista com a frequência de 6 meses a 1 ano ou de acordo com o recomendado em sua última consulta.

Agora conheça quais são os testes que toda mulher deve fazer para garantir mais  bem-estar no decorrer de sua vida.

Descubra os exames de rotina femininos para cada idade

 

Desde a menarca até a menopausa, a mulher deve preservar sua saúde íntima. Segundo a ginecologista e obstetra Ana Lucia Beltrame, há uma rotina ideal de check-ups regulares para serem feitos em cada faixa etária, confira:

Mulheres até os 20 anos

 

Nessa fase existem poucas incidências de problemas ginecológicos, porém ainda assim é fundamental a visita ao médico. Para as jovens é importante ter mais informações sobre a menstruação e a saúde sexual.

Dicas como saber o melhor sabonete íntimo e os tipos de preservativos e contraceptivos existentes ajudam a sanar as dúvidas comuns dessa idade. Além disso, os exames de rotina femininos indicados são:

  • Exames de sangue (para medir colesterol, vitaminas e triglicérides);
  • Ultrassom pélvico (se for necessário);
  • Exame de papanicolau (para as mulheres que já iniciaram a vida sexual);
  • Ultrassom transvaginal.

Mulheres de 21 aos 34 anos

 

Nesse período, a mulher mantém os exames de rotina que já vem fazendo (exame de sangue, papanicolau e transvaginal), porém o médico inclui mais alguns. A partir dos 21 anos, é importante realizar testes para detectar doenças sexualmente transmissíveis.

Outra avaliação indicada para as mulheres nessa faixa etária é o ultrassom mamário. Caso a mulher queira engravidar, o ginecologista pode recomendar testes de fertilidade também.

Mulheres de 35 anos até a menopausa

 

Os exames de rotina continuam os mesmos de antes, porém a partir dessa idade a mulher deve fazer a primeira mamografia. Após os 40, esse exame deve ser repetido a cada 2 anos.

Mulheres na menopausa

 

Depois de ingressar no climatério (transição da fase reprodutiva para a menopausa), é indicado que a mulher realize mais consultas com seu ginecologista. Assim, o médico indicará formas para amenizar sintomas desse período como secura vaginal e ondas de calor.

A partir de então, os seguintes exames devem ser feitos anualmente:

  • Mamografia;
  • Ultrassom transvaginal e/ou pélvico;
  • Papanicolau;
  • Testes da taxa hormonal.

Se os exames das taxas hormonais indicarem alguma alteração, pode ser necessário fazer a reposição desses índices.

Ao saber quais são os exames de rotina femininos para cada idade, é muito mais fácil preservar a saúde da mulher. Não tenha receio de visitar o seu ginecologista, esses testes são importantes para que você possa avançar nos anos com qualidade de vida e sem problemas mais graves.

Depois da maturidade, é comum ter quadros de insônia e problemas de humor. Você não precisa sofrer com isso. Experimente um suplemento natural e tenha uma vida mais ativa e tranquila.